CARACTERIZAÇÃO DO PÃO TRADICIONAL DE UL Characterization of Traditional Bread From UL

Ângela Galvão, Igor Dias, Margarida Oliveira

Resumo


A Associação de Produtores de Pão de UL pretende obter a qualificação do pão de Ul como Indicação Geográfica Protegida. O presente estudo teve por objetivo a determinação de parâmetros físico‑químicos, reológicos e sensoriais, com vista a integrá-los no caderno de especificações necessário ao processo de qualificação. De um total de 18 padeiras selecionaram‑se três, de forma aleatória, tendo-se analisado 45 amostras - cinco pães provenientes de cada padeira, recebidos em três tempos de amostragem distintos, formando três lotes. Os lotes foram recebidos em dias diferentes, com vista a avaliar a variabilidade das amostras ao longo da semana. A análise dos resultados permite inferir alguma variabilidade nos parâmetros físico‑químicos e reológicos, o que evidencia alguma diferenciação nos processos produtivos entre padeiras, condizente com a produção tradicional. A maioria dos provadores (58%) preferiu o pão tradicional de UL, quando comparado com pães industrializados, e foram os provadores mais jovens que evidenciaram essa preferência.

 

ABSTRACT

The Association of Bread Producers of UL intends to obtain the qualification the bread of Ul as Protected Geographical Indication. The objective of the present study was to determine the physic‑chemical, rheological and sensory parameters, with a view to integrating them into the specifications required for the qualification process. From a total of 18 bakers, three samples were randomly selected, and 45 samples were analyzed - five breads from each baker, received in three different sampling times, forming three lots. The lots were received on different days, in order to evaluate the variability of the samples throughout the week. The results reveal some variability in the physic-chemical and rheological parameters, which evidences some differentiation in the productive processes between bakers, suitable for traditional production. Concerning sensorial analysis, most of tasters (58%) preferred UI traditional bread when compared to industrialized breads. Also, the younger tasters were the ones who evidenced this preference.


Palavras-chave


Análise reológica, análise sensorial, caracterização físico-química, Pão, Ul, Bread, physic-chemical characterization, rheological analysis, sensory analysis, UL

Texto Completo:

PDF

Referências


AOAC. (2000). Official methods of analysis of AOAC: (International 17th ed.). Gaithersburg: Association of Analytical Communities.

Lei n.º 75/2009 – Diário da República, N.º 155 de 12 de agosto de 2011 (pp. 5225 5226).

Miller, G.L. (1959). Use of dinitrosalicylic acid reagent for determination of reducing sugar. Analytical determination, 31(3), 426-428.

NP 2966 (1993). Informação e documentação. Pão. Determinação dos teores de água e de matéria seca. Método de referência (pp. 4). Caparica: Instituto Português da Qualidade.

S.A. (2010). Pão – Receitas, Segredos e Técnicas (pp.03). Sintra: Euro Impala.

Soeiro, A. (2014). Produtos tradicionais portugueses. In: Qualifica (Eds). Guia dos bons produtos tradicionais (pp.02-03). Algés: Enigma Previsível, Lda.

Vanaclocha, A. C. (2014). Tecnologia de los alimentos de origen vegetal Vol. 2 (pp.106). Madrid: Editorial Sintesis.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.

Copyright Stainless Steel Teapot